Deskbee lança novas funcionalidades para se tornar “o superapp do workplace”

Artigos
Deskbee: o superapp do workplace

Com o objetivo de se tornar uma plataforma completa para gestão do workplace, a Deskbee, especializada no conceito de trabalho híbrido, incorporou diversas novas funcionalidades ao longo de 2022 – eprevê ainda mais novidades para o último trimestre do ano. Depois de ultrapassar a marca de 350 clientes, a startup, que começou em 2019 como uma tecnologia voltada para a reserva de estações de trabalho em escritórios híbridos, mira se tornar o superapp definitivo do workplace.

“Temos aprendido muito sobre o segmento, e vimos a oportunidade de expandir nossas funcionalidades e passar a entregar uma experiência completa para os usuários”, explica Flahane Roza, Head de Marketing da Deskbee. “Começamos pesquisas junto à nossa base de clientes para entender do que os gestores mais sentiam falta em ferramentas do setor, e um dos principais problemas apontados foi o fato de as empresas precisarem usar diversas ferramentas, uma para cada demanda. Com isso, começamos a desenvolver novos módulos e realizar testes beta: todas as novidades são ofertadas primeiro para a nossa base.”

Uma das novidades mais interessantes apresentadas em 2022 é a liberação de reserva por ocupação, que permite que os gestores configurem os andares do prédio da companhia de acordo com a ocupação de cada um. “Por exemplo, em um prédio com três andares, é possível manter o segundo e o terceiro bloqueados até que o primeiro esteja com 70% da capacidade ocupada – quando esse número é atingido, o segundo andar é liberado para reserva, e assim por diante”, explica Graziela Kunde, product owner da Deskbee. “Dessa forma, as empresas podem economizar com infraestrutura de forma planejada; por exemplo, ligando a iluminação ou o ar-condicionado em cada andar de acordo com a ocupação.” Esta funcionalidade já está em uso por companhias como iFood e SulAmérica.

Outro recurso que teve rápida aceitação entre os clientes Deskbee é o módulo de Service Desk, com opção de abertura e gestão de chamados integradas à plataforma: por meio da solução, gestores podem criar solicitações com formulários customizados, oferecendo aos colaboradores acesso rápido e intuitivo a um menu de serviços e chamados de cunho prático (como limpeza ou manutenção) ou administrativo (como pedir um documento ao time de RH, por exemplo). “A interface é simples e acessível, tanto para o gestor que cria e gerencia os pedidos, quanto para o usuário final, que abre e acompanha o status de seus chamados”, diz Graziela.

O Workplace Analytics, lançado em setembro, é outro dos destaques do ano: o novo dashboard vai além dos relatórios de ocupação, contando com gráficos complexos e mapas de calor que indicam as zonas de cada andar que são mais procuradas para reserva. Baseados em dados em tempo real, gestores podem planejar itinerários de limpeza ou utilização do ar-condicionado, por exemplo, e mesmo avaliar por que determinados espaços da companhia são mais ou menos procurados que outros pelos colaboradores.

Novos recursos dão segurança às empresas

Para os próximos meses, a Deskbee prevê lançar pelo menos mais duas funcionalidades, já em fase de testes. Uma delas, o módulo de gestão de documentos, foi desenvolvido em parceria com os clientes da startup, e vai permitir que gestores (especialmente aqueles da área de facilities) incluam e acompanhem contratos e documentos de qualquer tipo através do painel Deskbee. E a outra é o BeeCall, módulo que propõe combinar a facilidade das reuniões online com a espontaneidade das reuniões presenciais: os links das salas virtuais ficarão disponíveis para acesso a qualquer hora, abrindo reuniões instantâneas e recriando os momentos de conversa espontânea no escritório físico, tendo como base uma planta baixa temática. “Aguardem o lançamento com uma surpresa muito bacana, inspirada na Copa do Mundo de futebol”, antecipa Mário Verdi, CEO da Deskbee.

Ainda segundo Verdi, a transformação da plataforma em um superapp tem não apenas alavancado o crescimento da própria startup, mas também incentivado mais empresas a migrarem para o modelo híbrido de trabalho: “Temos cada vez mais clientes de segmentos considerados ‘tradicionais’, como escritórios de advocacia, indústria ou varejo”, diz o CEO. “Para algumas companhias, tomar a decisão de adotar oficialmente o híbrido pode ser um desafio. Quando apresentamos um superapp que faz a gestão do escritório híbrido, das reuniões remotas, dos chamados de facilities, do acesso de convidados ao prédio, e assim por diante, estamos fornecendo ferramentas e segurança para que essas empresas abracem o híbrido sem medo.”

Publicado por INFRA FM

, , , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir