5 formas de engajamento no retorno ao escritório

engajamento
Artigos

Engajamento é a palavra-chave quando se trata do retorno ao trabalho presencial pós-pandemia. É essencial adotar práticas inovadoras para garantir que os colaboradores se sintam motivados e conectados com a empresa nesse novo cenário. Uma dessas práticas é a gamificação, que pode transformar a transição em uma experiência mais fluida e estimulante para toda a equipe.

Em março de 2021, um estudo da Harvard Business Review revelou que 81% dos 1.500 entrevistados, que experimentaram o home office, preferiam permanecer nesse modelo de trabalho.

Essa tendência persistiu no relatório divulgado no primeiro semestre de 2022 pela People At Work, onde 64% dos colaboradores consideraram buscar outras oportunidades caso a empresa retomasse completamente o trabalho presencial. Além disso, 70% expressaram o desejo por mais flexibilidade, seja nos horários ou nos benefícios oferecidos.

Os colaboradores pós-pandemia evidenciam uma notável mudança de mentalidade, impulsionada pela transformação de suas perspectivas de vida e valores. Nesse contexto, as questões pessoais adquiriram uma importância sem precedentes. Como empresa, é crucial não apenas reconhecer, mas também abordar de forma proativa essa nova dinâmica.

Diante desse panorama, é crucial adotar práticas inovadoras para engajar os colaboradores no retorno ao trabalho presencial, e uma delas é a gamificação. Aqui estão cinco estratégias para o setor de Recursos Humanos minimizar atritos e evitar o turnover:

Engajamento com Comunicação Transparente e Empática:

Estabeleça uma comunicação clara sobre os motivos da escolha pelo modelo presencial ou híbrido, evitando justificativas superficiais.

Incentive líderes a conduzirem conversas individuais, promovendo trocas objetivas de informações e maior autonomia dos colaboradores na definição de suas escalas e horários.

Mensagens transparentes e empáticas contribuem para um ambiente de trabalho com maior segurança psicológica.

Engajamento com Criação de Novos Ambientes e Programas de Incentivo:

Adapte o ambiente de trabalho para refletir os novos hábitos adquiridos durante o home office, criando espaços de convivência que incentivem interações e pausas produtivas.

Promova programas de conscientização sobre saúde e bem-estar, como orientação nutricional, sessões de alongamento em equipe e grupos de leitura.

Reconheça a importância da individualidade dos colaboradores ao estruturar programas de benefícios e desenvolvimento, buscando atender às necessidades específicas de cada membro da equipe.

Engajamento com Renovação das Instalações do Escritório:

Utilize datas comemorativas e campanhas de saúde para renovar o ambiente de trabalho, demonstrando cuidado e atenção aos colaboradores.

Decorações simples, como balões e cartazes, podem contribuir para tornar o ambiente mais dinâmico e acolhedor, especialmente em um momento em que a atenção à saúde mental é crucial.

Engajamento com Plano de Ação para Novos Desafios:

Aprenda com os desafios enfrentados durante a pandemia e desenvolva um plano de ação robusto para lidar com futuros imprevistos, seja uma nova crise de saúde global ou problemas operacionais.

O envolvimento do RH na construção desse plano, baseado em aprendizados anteriores e medidas eficazes, é fundamental para garantir a resiliência da empresa diante de adversidades.

Engajamento com Integração da Gamificação nas Organizações:

Utilize elementos de jogos para tornar as atividades do dia a dia mais interativas e engajadoras.

Implemente sistemas de recompensas, competições saudáveis e desafios que incentivem o alcance de metas e a colaboração entre os colaboradores.

A gamificação pode ser aplicada em diversas áreas, desde treinamentos e desenvolvimento profissional até programas de incentivo à saúde e bem-estar.

Ao tornar o trabalho mais divertido e estimulante por meio da gamificação, as organizações podem aumentar a motivação, a produtividade e o senso de pertencimento dos colaboradores.

Independentemente do modelo de trabalho adotado, a promoção de um ambiente humano, saudável e adaptável às necessidades dos colaboradores é essencial para evitar o turnover e reter talentos em um contexto pós-pandêmico. A gamificação pode ser uma ferramenta poderosa para tornar essa transição mais fluida e estimulante para toda a equipe.

Você pode gostar de ler mais sobre Gamificação nas organizações

Engajamento: Motivos que levaram diversas empresas a retornar ao modelo presencial?

Fortalecimento da cultura e colaboração:

A interação pessoal desempenha um papel fundamental no fortalecimento da cultura empresarial e na promoção da colaboração entre as equipes. Esse contato face a face permite que os colaboradores desenvolvam relacionamentos profissionais sólidos, estabeleçam uma comunicação mais eficaz e construam uma cultura corporativa coesa.

Inovação e criatividade:

O compartilhamento de ideias se torna mais fluido e inspirador quando ocorre pessoalmente. Esse ambiente estimula a criatividade e promove a inovação. As sessões de brainstorming, por exemplo, se beneficiam significativamente dessa interação direta, facilitando a resolução conjunta de problemas e impulsionando o progresso e o crescimento da empresa.

Aprendizado e desenvolvimento:

Estar presente no mesmo espaço que os colegas facilita a disseminação de oportunidades de aprendizado e desenvolvimento profissional. A interação direta com colegas e líderes possibilita a troca de conhecimentos, a realização de mentorias informais e a observação de habilidades e comportamentos relevantes para o crescimento profissional de cada indivíduo.

Esses fatores destacam a importância do retorno ao ambiente presencial como um impulsionador essencial para o sucesso e o desenvolvimento contínuo das empresas e de seus colaboradores.

Conclusão:

O retorno ao trabalho no escritório representa um desafio significativo para as empresas diante das preferências e expectativas dos colaboradores moldadas pela experiência do home office durante a pandemia. Diante desse cenário, é essencial adotar práticas inovadoras e adaptáveis para engajar os colaboradores nesse novo contexto corporativo. A gamificação surge como uma estratégia promissora para tornar a transição mais fluida, incentivando a colaboração, promovendo o bem-estar e estimulando a produtividade. No entanto, é importante reconhecer que o retorno ao ambiente presencial também oferece oportunidades únicas para fortalecer a cultura empresarial, promover a inovação e facilitar o aprendizado e o desenvolvimento profissional. Ao encontrar um equilíbrio entre as necessidades individuais dos colaboradores e os objetivos organizacionais, as empresas podem não apenas minimizar o turnover, mas também cultivar um ambiente de trabalho dinâmico, humano e adaptável, fundamental para o sucesso a longo prazo no mundo pós-pandêmico.

 

, ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir